Language   

Máquina zero

Rui Veloso
Language: Portuguese



Rui Veloso/Carlos Té
testo ripreso da questa pagina

Rui Veloso.
Rui Veloso.
Fui à inspecção ao quartel de infantaria
estava no edital da junta de freguesia
depois de inspeccionado deram-me uma guia
com um carimbo chapado dizendo que servia
ainda argumentei e disse que não ouvia
não regulava bem e que tinha miopia
O capitão mirou-me no seu ar de comando
e o sargento mandou-me um sorriso de malandro
do bolso tirou a velha máquina zero
e tugindo gozou PRÓ ANO EU CÁ TE ESPERO

eu não quero ir à máquina zero
eu não quero ir a maquina zero
um dia na recruta fui limpar a latrina
o rancho veio-me à boca e faltei à faxina
o sargento de dia não me deixou impune
levou-me à companhia e aplicou-me o RDM
aqui nada se aprende odeio espingardas
não fui feito para isto e tenho horror a fardas

eu não quero ir à máquina zero
eu não quero ir a maquina zero
não me façam guerreiro eu nunca fui audaz
sou um gajo porreiro só quero viver em paz

eu não quero ir à máquina zero
eu não quero ir a maquina zero
nunca fiz inimigos em nenhum continente
não dividam o mundo em Leste e Ocidente
pactos e Alianças são um bom remédio
para entreter marechais e lhes combater o tédio

eu não quero ir à máquina zero
eu não quero ir a maquina zero

Contributed by Riccardo Venturi - 2007/3/9 - 19:18



Main Page

Please report any error in lyrics or commentaries to antiwarsongs@gmail.com

Note for non-Italian users: Sorry, though the interface of this website is translated into English, most commentaries and biographies are in Italian and/or in other languages like French, German, Spanish, Russian etc.




hosted by inventati.org