Lingua   

Minha pena minha espada

Luís Cília
Lingua: Portoghese



Dois países num país
Canto o escravo ou o senhor
Canto a dor que se não diz
Canto a dor

Minha pena a quem prendeu
Guitarras com que cantavas
Solta as aves que cresceram
Nas palavras

Rasga os silêncios e canta
Vestida de terra e lua
Solta o vento na garganta
Desce à rua

Minha pena baioneta
Meu navio a minha enxada
Minha pena de poeta
Minha espada

Esta rua é teu país
E a quem se senta no trono
Vai e diz, vai e diz
Os homens não têm dono


Pagina principale CCG

Segnalate eventuali errori nei testi o nei commenti a antiwarsongs@gmail.com




hosted by inventati.org