Lingua   

Addio mia bella addio

anonimo
Pagina della canzone con tutte le versioni


OriginaleVersione portoghese da L'Italia in Brasile
ADDIO MIA BELLA ADDIO

Addio mia bella addio,
che l’armata se ne va,
e se non partissi anch’io
sarebbe una viltà

Il sacco è preparato,
il fucile l’ho con me,
ed allo spuntar del sole
io partirò con te.

Io non ti lascio sola
ma ti lascio un figlio ancor
Sarà quel che ti consola:
il figlio dell’amor.

*

Addio mia bella addio
che l’armata se ne va
e però non parto io
ché invece resto qua.
ADEUS MINHA BELA, ADEUS

Adeus minha bela, adeus,
a armada vai partir
e se não partisse eu também
seria uma cobardia.
E se não partisse eu também
seria uma cobardia.

Não chorar, meu tesouro,
talvez eu voltarei,
mas se na batalha eu morrer,
no céu te reverei.
Ma se na batalha eu morrer,
no céu te reverei.

A espada, as pistolas,
o fuzil, estão comigo,
ao despontar do sol
eu partirei de ti.
Ao despontar do sol
eu partirei de ti.

O saco está preparado,
sobre o meu ombro está,
sou homem e sou soldado,
viva a Liberdade!
Sou homem e sou soldado,
viva a Liberdade!

Eu não te deixo sozinha,
sim, te resta um filho ainda,
no filho te consolas,
no filho do amor!
No filho te consolas,
no filho do amor!

Tocou a corneta, adeus,
a armada vai partir.
Um beijo ao filho meu!
Viva a Liberdade!
Um beijo ao filho meu!
Viva a Liberdade!



Pagina della canzone con tutte le versioni

Pagina principale CCG


hosted by inventati.org