Lingua   

Samba delle streghe

Os Argonautas
Lingua: Portoghese



Trago no fundo o mistéiro mais grande do mundo
De conhecer a distância entre o meu jeito e a minha razão
Sempre duas coisas combatem aí no profundo
A força antiga da blasfêmia e a oração
Desejo primordial Ou juízo moral? Sentido clerical
Ou instinto pagão?
Como na mão acontece que as linhas se juntam
Bruxa e menina baralham as cartas da vida imanente que ficam no ar
Eu sou criança, sou bruxa, sou cartas e passos de samba
Eu sou a lembrança da mesma história que vou afastár
Não sei si bruxambar, se quero sair Não sei si sambruxar, se quero fugir
Não é preciso chorar
na roda deste samba tudo o mundo tem que dançar
Se tudo é carnaval
aí cada dia uma nova máscara tem que trocar
Vem sair, vem foder, sem chorar, vem dançar
Vem cair, sem sofrer, vem de pressa!
Trago no fundo a certeza mais grande do mundo
De consagrar a aliança entre o meu jeito e a minha razão
Sempre duas coisas se cruzam aí no profundo
No puro beijo secreto sagrado dos Orixás
Sei que vou encontrar a vida Que vou ficar sozinha
Sei que um dia toda a beleza Acabará na ilusão


Pagina principale CCG

Segnalate eventuali errori nei testi o nei commenti a antiwarsongs@gmail.com




hosted by inventati.org