Language   

Ronda do soldadinho

José Mário Branco
Language: Portuguese



Um e dois e três
era uma vez
um soldadinho.
De chumbo não era,
de que era
o soldadinho?

Um menino lindo
que nasceu
num roseiral
Os meninos lindos
não nascem
p’ra fazer mal.

Menino cresceu
já foi à escola
de sacola.
Um e dois e três
já sabe ler
sabe contar.

Menino cresceu
já aprendeu
a trabalhar.
Vai gado guardar
já sabe lavrar
e semear.

Um e dois e três
era uma vez
um soldadinho.
De chumbo não era,
de que era
o soldadinho?

Menino cresceu
mas não colheu
de semear.
Os senhores da terra
o mandam prà guerra
morrer ou matar.

Mas o soldadinho
percebeu
que esses senhores
mandam a guerra
contra os seus
irmãos de cor.

Soldadinho lindo
não embarques
para a guerra.
Luta com o povo
pelo pão
na tua terra.

Um e dois e três
era uma vez
um soldadinho.
De chumbo não era,
de que era
o soldadinho?

Dancemos meninos
a roda
no roseiral
que os trabalhadores
vencerão
o Capital.

Soldadinho lindo
és também
trabalhador
vira a espingarda
contra o teu
explorador.

Soldadinho lindo
és também
filho do povo
e contigo vamos
construir
um mundo novo.


Main Page

Please report any error in lyrics or commentaries to antiwarsongs@gmail.com

Note for non-Italian users: Sorry, though the interface of this website is translated into English, most commentaries and biographies are in Italian and/or in other languages like French, German, Spanish, Russian etc.




hosted by inventati.org