Lingua   

Canção do camponês-operário

Luís Cília
Lingua: Portoghese


Ti può interessare anche...

Soldadim catrapim
(António Pedro Braga)
Canción del esposo soldado
(Adolfo Celdrán)
O Adeus d'um proscrito
(Luís Cília)


Versi di Rui Knopfli (Rui Manuel Correia Knopfli, 1932-1997), poeta, giornalista, critico letterario e cinematografico portoghese di origine mozambicana.
Musica di Luís Cília.
Nel disco intitolato “Memória” del 1976

Memória
Vim da aldeia, fui prá vila
e da vila prá cidade.
Deixei a pobre courela
onde queimei a idade,
e vim pra esta oficina
que mais parece uma cela,
uma prisão da vontade.

No meu braço de operário
corre sangue camponês,
em que pesa o meu salário
dia a dia, mês a mês -
segredos que abril me diz
nesta terra da raiz
onde o meu corpo se fez.

Lembro os campos em agosto
quando o sol morde na serra.
"Inda sinto aqui o gosto
feito de suor e terra.
Mas o tempo e a vontade
ensinaram-me a cidade
- outro trabalho, outra guerra.

inviata da Bernart Bartleby - 24/9/2015 - 14:34


Pagina principale CCG

Segnalate eventuali errori nei testi o nei commenti a antiwarsongs@gmail.com




hosted by inventati.org