Lingua   

Tanto mar

Chico Buarque de Hollanda


Lingua: Portoghese


Ti può interessare anche...

Brejo da Cruz
(Chico Buarque de Hollanda)
O charlatão
(José Mário Branco)
Minha pena minha espada
(Luís Cília)


‎[1975]‎
In “Chico Buarque & Maria Bethânia ao vivo” e poi, in una diversa versione, in “Chico Buarque” ‎del 1978.‎



Canzone dedicata alla “Rivoluzione dei garofani” portoghese e per questo censurata integralmente ‎dal regime. In concerto con Maria Bethânia a Rio de Janeiro, a Chico Buarque fu vietato di cantarne ‎il testo e fu costretto ad eseguirla solo nella parte strumentale. ‎
Sei que estás em festa, pá
Fico contente
E enquanto estou ausente
Guarda um cravo para mim

Eu queria estar na festa, pá
Com a tua gente
E colher pessoalmente
Uma flor do teu jardim

Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei também quanto é preciso, pá
Navegar, navegar

Lá faz primavera, pá
Cá estou doente
Manda urgentemente
Algum cheirinho de alecrim

inviata da Bartleby - 15/2/2012 - 13:47



Lingua: Italiano

Versione alternativa del 1978.‎
TANTO MAR

Foi bonita a festa, pá
Fiquei contente
E inda guardo, renitente
Um velho cravo para mim

Já murcharam tua festa, pá
Mas certamente
Esqueceram uma semente
Nalgum canto do jardim

Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei também quanto é preciso, pá
Navegar, navegar

Canta a primavera, pá
Cá estou carente
Manda novamente
Algum cheirinho de alecrim

inviata da Bartleby - 15/2/2012 - 13:48



Pagina principale CCG

Segnalate eventuali errori nei testi o nei commenti a antiwarsongs@gmail.com




hosted by inventati.org