Lingua   

Receita para se fazer um herói

Ira!


Lingua: Portoghese


Ti può interessare anche...

Broken Soldier
(The Black Angels)
Luang Prabang
(Dave Van Ronk)


Testo: Reinaldo Ferreira (1922-1959) reinaldoferreira
Musica: “Ira!”

Un complesso brasiliano (Ira!) ha inciso la “Ricetta” nel 1988 con le parole un po’ modificate.

Riportiamo prima la versione modificata cantata dal gruppo rock brasiliano.

*

O Ira! gravou "Receita para fazer um herói" com a letra levemente modificada e rebatizada de "Receita para se fazer um herói". O guitarrista da banda, Edgard Scandurra, estava servindo o Exército quando um colega (o soldade Esteves) mostrou-lhe o poema, dizendo que tinha sido escrito por ele. A banda não suspeitou de nada e gravou a música no disco "Psicoacústica", em 1988 (ainda inédito em CD). Após o lançamento do disco descobriu-se que, na verdade, tratava-se de um poema de Reinaldo Ferreira. Daí o fato de Ferreira não ter sido creditado como autor da música...

(Gli Ira hanno registrato "Receita para fazer um herói" con le parole leggermente modificate e ribattezzata "Receita para se fazer um herói". Il chitarrista del gruppo, Edgard Scandurra, era di leva nell'esercito quando un collega (il soldato Esteves) gli mostrò la poesia, dicendo che l'aveva scritta lui. Il gruppo non sospettò di niente e la mise in musica nel disco "Psicoacústica" del 1988. Dopo il lancio del disco si scoprì che in realtà si trattava di una poesia di Reinaldo Ferreira. Per questo nel disco Ferreira non è accreditato come autore)

http://natura.di.uminho.pt/~jj/musica/html/reinaldo-receitaParaFazerUmHeroi.html

Ricordiamo che Reinaldo Ferreira è anche l'autore del testo della celeberrima "Uma casa portuguesa" cantata da Amália Rodrigues.
Toma-se um homem
Feito de nada como nós
Em tamanho natural
Toma-se um homem
Feito de nada como nós
Em tamanho natural

Embebece-lhe a carne
De um jeito irracional
Como a fome, como o ódio
Embebece-lhe a carne
De um jeito irracional
Como a fome, como o ódio

Depois perto do fim
Levanta-se o pendão
E toca-se o clarim...
E toca-se o clarim...

Serve-se morto

inviata da José Colaço Barreiros - 4/1/2005 - 12:03




Lingua: Portoghese

La poesia originale di Reinaldo Ferreira da cui è tratta la canzone

Il testo è tratto dalle "Opere complete" del poeta portoghese.
RECEITA PARA FAZER UM HERÓI
(Reinaldo Ferreira)

Tome-se um homem,
Feito de nada, como nós,
E em tamanho natural.
Embeba-se-lhe a carne,
Lentamente,

De uma certeza aguda, irracional,
Intensa como o ódio ou como a fome.
Depois, perto do fim,
Agite-se um pendão
E toque-se um clarim...

Serve-se morto

8/7/2005 - 15:49




Lingua: Italiano

Versione italiana di Riccardo Venturi della poesia originale
8 marzo 2004
RICETTA PER FARE UN EROE

Prendere un uomo
fatto di niente, come noi,
e di grandezza naturale.
Impregnargli la carne,
lentamente,

D'una certezza acuta, irrazionale,
intensa come l'odio o la fame.
Poi, quasi alla fine,
agitare uno stendardo
e suonare una tromba...

Si serve morto.

8/3/2005 - 21:32



Pagina principale CCG

Segnalate eventuali errori nei testi o nei commenti a antiwarsongs@gmail.com




hosted by inventati.org